O que é Marketing de Influência e quais são os seus impactos?

Com o crescimento expressivo das redes sociais nos últimos tempos e a busca por estratégias que não exijam um orçamento enorme, o Marketing de Influência vem sendo cada vez mais discutido e considerado uma interessante ferramenta de estratégia digital para as marcas. Segundo a pesquisa "ROI & Influência 2021" realizada pela YOUPIX junto ao grupo AlgoritmCOM, todas as mais de 90 empresas entrevistadas disseram que o Marketing de Influência é importante e faz parte de suas estratégias de comunicação. Reconhecendo sua importância para as marcas, torna-se necessário entender de fato o que é e como se desenvolve essa estratégia.

Marketing de Influência é uma estratégia de Marketing Digital que envolve pessoas que têm autoridade, relevância, habilidade de levantar discussões e produzem conteúdos capazes de impactar a jornada de compra daqueles que as acompanham - os Influenciadores Digitais, conhecidos também como "Influencers". Esses são capazes de estabelecer uma conexão entre marcas e seus públicos de interesse a fim de atingir os objetivos das campanhas e ações realizadas, justamente por apresentarem uma relação de confiança com seus públicos.


Para alcançar resultados satisfatórios é imprescindível definir o papel da Influência na jornada da marca. Alguns dos principais objetivos das marcas ao buscarem influenciadores digitais são: Apresentar, Conectar, Converter ou Fidelizar. Ações digitais com o objetivo de apresentar a marca e/ou seus produtos e serviços para os diferentes tipos de consumidor contribuem para a geração de "brand awareness", ou seja, expande o alcance da marca online e os usuários das redes sociais que acompanham o influenciador contratado pela marca saberão mais informações a respeito da empresa, sua história, valores e produtos. Pensando nas publicidades pagas com o objetivo de conectar, o intuito é apresentar um produto e/ou serviço da marca, bem como seus diferenciais competitivos. Já as campanhas direcionadas para o objetivo de conversão visam estimular oportunidades para aquisição, envolvendo promoções e ações do varejo. Por fim, as ações focadas em fidelizar são direcionadas para a manutenção e aproximação da relação da marca com aqueles que já consumiram seus produtos e/ou serviços.

De modo geral, os microinfluenciadores (10 a 50 mil seguidores) costumam apresentar resultados mais expressivos na etapa de conversão de vendas por apresentarem uma relação com seus seguidores pautada na credibilidade, transparência e proximidade. Já os influenciadores médios (50 a 500 mil seguidores) tendem a serem procurados pelas marcas quando o objetivo da ação é divulgar algo para um público-alvo maior. Isso se dá pois esses influencers geralmente apresentam altas métricas de engajamento, bem como uma postura mais profissional pautada na confiabilidade de seus conteúdos. Por fim, os mega (a partir de 1 milhão de seguidores) e macroinfluenciadores (500 mil a 1 milhão de seguidores) possuem uma audiência expressiva e por isso impactam o alcance da marca, uma vez que conseguem atingir muitas pessoas de uma só vez.


Sendo assim, percebe-se que os diferentes objetivos das ações com influenciadores contribuem para o fortalecimento da imagem da marca perante os diferentes tipos de públicos que consomem conteúdo de influenciadores digitais em redes sociais como o Instagram, por exemplo. Esse fortalecimento pode ser considerado um fator que impacta diretamente as estratégias de branding de uma empresa, demonstrando que essa estratégia digital não se limita a ações de conversão, por exemplo.


Entendendo melhor os diferentes benefícios que o Marketing de Influência agrega às estratégias de Marketing Digital das marcas, entende-se que o trabalho de empresas e influenciadores é essencial para gerar conexão e humanizar a marca perante o olhar de seus públicos, uma vez que os influenciadores são capazes de transmitir mensagens que a marca deseja comunicar de forma relevante, orgânica e eficaz.

Texto por: Clara Veloso



Posts recentes

Ver tudo